Blog

30/12/2020

Vitamina C no skincare 

A vitamina C é o antioxidante mais abundante na pele, ela protege as células neutralizando as espécies reativas de oxigênio antes que possam danificar e destruir o DNA e outros componentes da pele. Nosso vídeo mostra como antioxidantes nos protegem do envelhecimento e de doenças.

 

Estudos clínicos têm mostrado que o uso tópico de vitamina C aumenta a produção de colágeno tanto na pele jovem quanto na envelhecida. A vitamina C é essencial para a biossíntese de colágeno, ela aumenta a sua produção, mas também causa mudanças qualitativas na molécula. Entre outras funções, ela é necessária para a ação de enzimas que estabilizam e ligam as moléculas de colágeno. Ao melhorar a qualidade e a quantidade de colágeno a vitamina C diminui linhas finas e melhora o tônus da pele.  

A atividade anti-inflamatória da vitamina C ocorre porque ela desativa os mediadores NF-κB, responsáveis pela inflamação. Por isso ela pode auxiliar no tratamento de acne e rosácea. Também promove a cicatrização de feridas e previne a hiperpigmentação pós-inflamatória. A uniformização do tom da pele ocorre porque a vitamina C inibe a ação da tirosinase, enzima que produz melanina, e a diminuição da melanina evita a formação de manchas.

 

Fontes desse artigo:

AL-NIAIMI, F. et al. Topical Vitamin C and the Skin: Mechanisms of Action and Clinical Applications. The Journal of clinical and aesthetic dermatology, 2017;10(7):14-17.

TELANGT, P. Vitamin C in dermatology. Indian dermatology online journal, 2013;4:143-146.

 

 

Equipe Heté

Tags: vitamina C, pele acneica, linhas de expressão, linhas finas, colágeno, pele uniforme, manchas na pele, cuidados faciais.

 

21/12/2020

Niacinamida: benefícios para todos os tipos de pele

A niacinamida é um ativo multifuncional que oferece vários benefícios: é anti-inflamatória, antioxidante, equilibra a produção de sebo, trata a hiperpigmentação, estimula a produção de colágeno e melhora a barreira cutânea promovendo a hidratação.

Durante a pandemia o uso de máscara por muitas horas durante o dia trouxe novos desafios para a pele, entre eles acne na região que fica em contato com a máscara. A niacinamida possui ação anti-inflamatória e é uma ótima aliada para tratar maskne.

Irritações e inflamações na pele muitas vezes ocorrem porque a função da barreira cutânea está prejudicada. Vários fatores podem causar isso: baixo nível de umidade atmosférica, uso intenso de água quente, sabonetes e produtos de limpeza que não são suaves, esfoliação em excesso. Tudo isso pode provocar a perda de lipídios naturais – entre eles as ceramidas – e comprometer a barreira cutânea. A niacinamida fortalece a barreira cutânea, aumentando o nível de hidratação.  

Pesquisas demonstram que a aplicação tópica de niacinamida ajuda a aumentar a biossíntese de ceramidas e outros lipídios que formam o estrato córneo, incluindo ácidos graxos e colesterol. Um estudo de 2000 acompanhou durante quatro semanas o uso tópico de niacinamida em voluntários com pele seca. As medições indicaram que os indivíduos utilizando niacinamida tiveram aumento nos níveis de ceramida e ácidos graxos livres no estrato córneo, e também apresentaram menos perda de água pela barreira epidérmica. Isso equivale a pele mais hidratada e saudável.

A pele oleosa e a pele mista também se beneficiam do uso da niacinamida porque ela ajuda a regular a produção de sebo. Um estudo publicado em 2006 mediu a produção de sebo no rosto de indivíduos ao longo de 4 semanas utilizando um creme com niacinamida. As medições das semanas 2 e 4 indicaram diminuição significativa na produção de sebo.

Para incluir a niacinamida na sua rotina de cuidados confere o nosso Hidratante Facial Noturno.

Os estudos que utilizamos como fonte são esses aqui:

DRAELOS, Z. et al. The effect of 2% niacinamide on facial sebum production. Journal of Cosmetic and Laser Therapy. 2006; 8: 96–101.

TANNO, O. et al. Nicotinamide increases biosynthesis of ceramides as well as other stratum corneum lipids to improve the epidermal permeability barrier. British Journal of Dermatology. 2000; 143(3): 524–31.

Equipe Heté

Tags: niacinamida, pele seca, pele oleosa, pele mista, hidratante facial.

 

19/11/2020

Pele plena em 5 minutos

Chegou aquele momento do mês que a gente vai falar de maquiagem! E se no mês passado a gente conversou sobre o match perfeito entre o mundo do Skincare e dos produtos de make, esse mês eu vim contar pra vocês que além de cuidar da pele, tem como deixar ela com uma aparência impecável de forma rápida e fácil! Quer esconder aquelas manchinhas que te incomodam ou as olheiras? Deixar ela com aspecto uniforme, bonito e saudável, sem mistério? Participar das reuniões por vídeo chamada (alô home-office de cada dia) com cara de quem dormiu bem? Ou ainda sobreviver ao "tira e põe" da máscara de proteção sem tirar sua make? Tem como! Vem comigo ver 5 dicas de make pra fazer aquela pele de bonita!

1 - Hidratação sempre!

Se você leu o post do match perfeito, viu que a hidratação é um passo imprescindível pra garantir uma make com durabilidade. Seja usando um hidratante com cor (lembra que falei do BBCream?) ou optando pelo combo "hidratação+primer+base", não dá pra pular esse passo. A minha dica é: conheça a sua pele - todas as peles precisam de hidratação e conhecer o seu tipo de pele vai fazer você optar pelo produto correto e ficar feliz com o resultado desse primeiro passo.

Se você tem uma pele mais ressecada (que você sente repuxar, sem brilho ou rachada), opte por hidratantes mais concentrados e ricos em emolientes que devolverão o viço e a elasticidade da pele.

Se você tem a pele mista (em que a testa, nariz e queixo - também chamados de zona T - tendem a ficar oleosos e com aspecto brilhoso ao longo do dia, mas o restante do rosto permanece mais sequinho) você pode escolher hidratantes em textura de gel, que hidratam sem pesar e garantem o efeito saudável da pele.

Se você tem a pele oleosa (que você sente inclusive as laterais do rosto com aspecto mais brilhoso, com tendência a cravos e acne) opte por hidratantes mais aquosos e leves. A pele oleosa muitas vezes produz óleo pois tem carência de água, sabia?

Importante: um profissional Dermatologista pode te ajudar a identificar e a usar produtos apropriados pro seu tipo de pele, então consulte um sempre que possível!

 2 - Corretivo é pra corrigir, né?

Nem toda make precisa contar com nossa antiga amiga Base. Existem corretivos cada vez mais versáteis e de diversos efeitos no mercado da maquiagem. Seja importado ou nacional, novamente o importante é entender qual seu tipo de pele e qual efeito você quer.

Quer um efeito mais sutil? Opte por corretivos mais fluidos, aplique com os dedos ou esponjinha úmida apenas nas regiões onde você quer corrigir alguma descoloração ou mancha, de forma pontual e com efeito mais natural.

Quer um efeito mais "filtro do Instagram"? Os corretivos de alta cobertura vieram para ficar e podem garantir uma pele de boneca sem ficar necessariamente pesada.  Aqui a dica é aplicar onde você precisa e esfumar com um pincel ou esponja pra que a cobertura se espalhe e crie uma camada uniforme, sem marcações na pele.

Muitos maquiadores de moda e TV usam o truque da pele de corretivo nas chics e famosas, sabia?

3 - Pó translúcido pra você não craquelar

Você já deve conhecer ou ter ouvido falar no tal do pó translúcido: evolução do antigo pó compacto, hoje também encontrado na sua versão pó solto que tem como principal função ajudar a fixar a maquiagem e matificar a pele.

Ele pode não ter cor, ter leve cintilância, ser rosado ou amarelado (o famoso pó banana), ser solto ou compacto… mas uma coisa é certa: em qualquer uma das suas versões ele é muito bem vindo para selar o corretivo aplicado na nossa pele, fazendo com que esse corretivo não acumule nas linhas finas, não craquele em regiões da pele muito móveis (olheiras por exemplo) e também não transfira tão facilmente. Lembra que falei da dica pra máscara de proteção não acabar com sua make? Tá aqui!

 

4 - Blush/Bronzer

Se você tá fazendo a quarentena direitinho, é porque você quer estar saudável né? E pele saudável além de bem cuidada, também tem aquele aspecto coradinho nas bochechas, uma coisa "peguei um sol na janela de casa".

Depois de aplicar o pó solto, você pode optar por usar um Blush ou Bronzer para devolver um pouco de cor ao rosto. Mas qual a diferença?

O blush tem tons que variam do rosado ao pêssego ou coral e em casos de peles escuras, vermelhos e bordô - e dá ideia de temperatura para pele.

O bronzer - como o nome diz - dá ideia de estar bronzeado. Em tons mais quentes como marrom ou terracota e podem ter cintilância e leve brilho.

Pra aplicar é fácil: use um pincel apropriado e que seja bem macio, dê um sorriso em frente ao espelho e aplique suavemente nas maçãs do rosto, suavizando com o pincel em direção às têmporas.

5 - Hora do Glow

Quer devolver um pouco de luminosidade ou ficar com aquele efeito espelhado em regiões pontuais do rosto? O iluminador é minha última dica pra essa pele!

Perolados, cintilantes ou intensos, mais uma vez quem escolhe é você. Os efeitos podem te deixar com aquele glow que acompanha a hidratação da pele ou ser mais intenso em regiões como acima da boca, abaixo da sobrancelha e pontinha do nariz. Além de dar um up no zigomático (região acima das maçãs do rosto).

Para efeitos mais suaves, aplique com o dedo anelar em leves batidinhas ou pincel mais leve. Para efeito mais intenso, construa camadas ou aplique na pele levemente úmida com uma água thermal, por exemplo.

Seja você amante das makes ou alguém que tá começando a se interessar por esse universo, essas 5 dicas vão te ajudar a fazer uma pele rápida e prática. E não precisa fazer os 5 passos se não quiser, tá? O importante é você se divertir e se sentir bem no processo. Afinal tem coisa melhor que se tratar com carinho?

Rafael Mello
Maquiador, Vencedor do reality de make Superbonita do GNT, finalista do "oscar da maquiagem", o PrêmioAvon, e autor do instagram @sarahvikaqueen.

Tags: maquiagem, pele iluminada, corretivo, blush, glow.

 

10/11/2020

Benefícios dos probióticos nos cuidados com a pele

Probióticos são substâncias que contam com organismos vivos para oferecer benefícios para o nosso corpo. A palavra “probiótico” é bastante associada a iogurtes, kefir e chá de kombuchá. Esses produtos utilizam a fermentação bacteriana para estabelecer o equilíbrio do sistema digestivo, proporcionando uma série de vantagens, entre elas a melhor absorção de nutrientes presentes nos alimentos.

Qual a relação das bactérias com nossa pele? Assim como no sistema digestivo, ecossistema da pele é um ambiente composto por uma comunidade microbiota diversa. Os organismos encontrados na microbiota são classificados como transitórios ou residentes, alguns são considerados benéficos, outros essencialmente neutros e outros patogênicos (ou pelo menos com capacidade de serem patogênicos). A colonização varia entre as diferentes partes do corpo devido a diferentes fatores ambientais. Os probióticos têm a capacidade de otimizar, manter e restaurar a microbiota da pele. O uso de cosméticos que contêm bactérias probióticas têm um efeito direto no local de aplicação, entre os resultados estão o reforço da barreira de defesa natural da pele a produção de agentes antimicrobianos que beneficiam as respostas imunes e eliminam os patógenos.

Os probióticos oferecem resultados diferentes de acordo com as bactérias utilizadas, já que cada gênero atua de uma forma e produz substâncias diferentes. Os gêneros Lactobacilli e Bifidobacterium demonstram bom desempenho antimicrobiano. Isso porque bactérias desses gêneros produzem quantidades altas de ácidos orgânicos, baixando o pH da pele e criando um ambiente mais ácido, impróprio para multiplicação de bactérias patogênicas. Esse é apenas um exemplo de como probióticos podem atuar no equilíbrio da microbiota, há diversos estudos que observaram o desempenho dessas bactérias no tratamento de acne, dermatite e inflamações.

Existem alguns desafios para utilizar probióticos em cosméticos. A formulação com organismos vivos pode ser complexa porque os cosméticos contêm conservantes que impedem que bactérias sobrevivam. Então a fórmula precisa criar um ambiente no qual o produto das bactérias benéficas não seja afetado, mas as bactérias patogênicas não sobrevivam.

Há várias opções para solucionar esse problema, uma delas é encapsular as bactérias probióticas em uma membrana enzimática que dissolve quando entra em contato com a pele. Dessa maneira, o conteúdo probiótico fica protegido dos outros compostos na fórmula e é liberado quando o cosmético é aplicado. Outra solução para incorporar probióticos em um cosmético é utilizar extratos bacterianos inativados por ultrassom (que podem ser encontrados na composição dos produtos pelo nome lysate).

Também é possível melhorar a microbiota sem incorporar as bactérias vivas em cosméticos, utilizando pré-bióticos e pós-bióticos. Como os nomes sugerem, o grupo “pré” traz substâncias anteriores à bactéria e o “pós” reúne ingredientes “depois” dela.

Assim, os produtos pré-bióticos para a pele são baseados em açúcares ou óleos vegetais que são capazes de fornecer nutrição para bactérias benéficas na superfície da pele. Os pré-bióticos promovem o crescimento de grupos específicos de bactérias ao oferecer os recursos que alimentam esses microorganismos.

Já os pós-bióticos são ingredientes que resultam da fermentação bacteriana, ou seja, são produto do metabolismo da bactéria. Entre esses ingredientes podemos encontrar: enzimas, peptídeos, polissacarídeos (entre eles o ácido hialurônico!), proteínas e ácidos orgânicos (como o ácido lático). Reparou como os pós-bióticos são, na verdade, ingredientes bem conhecidos no mundo dos cosméticos? Os resultados desses ingredientes já foram testados em muitos estudos e são conhecidos entre os amantes de skincare.

Equipe Heté

Tags: probióticos, microbiota, barreira cutânea, skincare, pré-bióticos, pós-bióticos

 

16/10/2020

Skin Care e Maquiagem: o match perfeito!

Quem nunca ouviu por aí que maquiagem faz mal? Entupir os poros, causar acne, aumentar a oleosidade ou até mesmo envelhecer nosso rosto são apenas alguns dos mitos associados ao uso desses produtos. Mas será mesmo que nossas makes queridinhas são na verdade, vilãs?

Com a evolução e a popularização dos cuidados com a pele – o famoso skincare – já é possível aproveitar todas sensações, técnicas e efeitos que a maquiagem pode oferecer sem medo. Higienizar, tonificar e hidratar são apenas algumas das várias etapas que são indispensáveis para os profissionais da maquiagem ou até mesmo para os amantes de tutoriais do Youtube e do Instagram. Esses passos garantem um aspecto mais bonito, saudável e fresh para a maquiagem, além de influenciarem na durabilidade e no desempenho dela.

skincare e maquiagem

Mas só especialistas podem ter todos esses efeitos e benefícios? Claro que não! Isso porque agora as marcas de beleza passaram a incorporar os ingredientes usados em cremes de cuidados com a pele nas fórmulas dos seus já conhecidos produtos, tornando-os ótimos aliados para usar e abusar da maquiagem sem receio de prejudicar a cútis.

Há pelo menos dois anos a indústria dos cuidados com a pele e a indústria da maquiagem se aproximaram e deram um match perfeito, passando a mudar a forma como os produtos são pensados e desenvolvidos a fim de otimizar os efeitos de todas categorias de maquiagem – das profissionais às encontradas nas prateleiras das farmácias.

Seja com produtos mais simples como os BBcreams e protetores solares com cor (que protegem o rosto e uniformizam a pele), ou até mesmo com linhas mais extensas e completas, componentes já conhecidos dos laboratórios passaram a fazer parte da fórmula de bases, corretivos, pós, blushes, batons e até mesmo da máscara de cílios.

Ácido hialurônico, vitamina E, vitamina C, antioxidantes, pantenol, colágeno e até água de côco são alguns dos principais componentes trazidos para dentro das grandes marcas de maquiagem que, por sua vez, tornaram-se cada vez mais tecnológicas e eficazes ao adaptar e estabilizar fórmulas de produtos que já existiam ou até mesmo criar novas linhas específicas que unem os benefícios e os efeitos desses dois universos, em apenas um produto.

Por exemplo, sabia que já existem corretivos que além de disfarçar as olheiras e manchas, hidratam a região dos olhos e – a longo prazo – ajudam a clarear essa região? Também o clássico pó compacto passou por adaptações: agora existem versões com proteção solar, e disfarce ótico de poros e linhas de expressão. E a tão usada máscara de cílios já tem versões que contam com propriedades condicionantes para que os fios não ressequem, quebrem ou percam a força. Além de claro, inúmeros batons e glosses que além de colorir os lábios, preenchem linhas finas e promovem um efeito "bocão".

Independende de qual seja sua relação com a maquiagem - se você só usa um, ou usa vários produtos - é possível que daqui pra frente eles sempre estejam te ajudando a manter sua pele mais saudável e bem cuidada. Mas isso não significa que você vai esquecer de passar um bom hidratante, e tomar água, né? E depois disso, com make ou sem, aproveitar um momento de autocuidado pra cuidar da principal beleza: a que vem de dentro.

Rafael Mello
Maquiador, Vencedor do reality de make Superbonita do GNT, finalista do "oscar da maquiagem", o PrêmioAvon, e autor do instagram @sarahvikaqueen.

Tags: maquiagem, cuidados com a pele, autocuidado, ativos


07/10/2020

Beleza de dentro para fora

Em um momento em que a sociedade busca cada vez mais por um padrão de beleza que só aceita a juventude, seja se submetendo a métodos milagrosos ou a diversos procedimentos estéticos que nos façam parecer mais jovens e mais bonitos, resgatar a famosa frase do “pai da medicina” Hipócrates que dizia: “que seu remédio seja seu alimento e que seu alimento, seja seu remédio” nunca fez tanto sentido.

Cuidar da alimentação diz respeito à saúde do corpo como um todo, sendo a aparência física em especial, a da pele, uma expressão da nossa saúde. Uma alimentação equilibrada e balanceada é fundamental para que naturalmente, se promova esse estado de bem estar do nosso corpo e da nossa pele.

batom-ou-gloss

Além do que se come, o que não se come também é muito significativo. Excessos, assim como deficiências de nutrientes podem causar problemas como o envelhecimento precoce, o aparecimento de rugas, marcas de expressão acentuadas, flacidez e perda de firmeza da pele.

Entre os nutrientes mais relevantes para a saúde da pele, uma ingestão adequada de proteínas é fundamental para a produção de colágeno pelo organismo. O colágeno, a proteína mais abundante no nosso organismo, constitui as fibras que sustentam os tecidos, assim como dá elasticidade e resistência à pele, por isso consumir fontes de proteínas completas é muito importante, tanto de origem animal, carnes magras, peixes, ovos, leite e derivados, assim como vegetal, soja, tofu e leguminosas como feijão, lentilha, grão de bico e ervilhas.

As vitaminas também são aliadas da pele, a Vitamina C além de antioxidante potente, que neutraliza os radicais livres que causam o envelhecimento da pele, também participa da produção do colágeno e por isso é tão valorizada na alimentação. Alimentos cítricos, no geral, são boas fontes de vitamina C como a acerola, laranja, limão, abacaxi, kiwi, e também mamão, manga e folhas verdes escuras.

Outro micronutriente que auxilia na proteção contra poluição e raios solares é a Vitamina E devido à sua ação lubrificante, hidratante e antioxidante. Sementes como a de girassol, oleaginosas e óleos vegetais são fontes dessa vitamina.

A Vitamina A que atua na renovação das células, ameniza a flacidez dando mais firmeza à pele e é encontrada em alimentos como gema do ovo, manteiga, queijo, vegetais verdes escuros como espinafre, couve e frutas e hortaliças amarelo alaranjadas como cenoura, abóbora, manga e mamão.

Os ácidos graxos essenciais (que devemos consumir através da dieta), como os ômega 3 e ômega 6, ajudam a formar a barreira lipídica da pele, mantendo a hidratação por evitar perdas de água e atuando como fotoprotetor, inclusive pelo seu efeito anti-inflamatório. Peixes e sementes como chia e linhaça, nozes e azeites de oliva são fontes de ácidos graxos essenciais.

Não menos importante, mas a água obviamente também é uma aliada na hidratação da pele, deixando-a naturalmente mais firme. Beber aqueles 2 litros por dia, ajudam muito a manter o aspecto hidratado da pele.

Sobre os excessos, hábitos de vida prejudiciais como a ingestão elevada de açúcar através de produtos industrializados, processados e ultraprocessados como bebidas adoçadas (refrigerantes, sucos), biscoitos, bolos, outros doces ou uma dieta rica em carboidratos refinados, contribuem para o envelhecimento da pele devido a um processo chamado de glicação em que o açúcar excedente, circulante no organismo se liga com proteínas responsáveis pela constituição da pele, deixando-as rígidas e quebradiças. A glicemia muito elevada também contribui para o aparecimento da acne, pois ativa a produção de sebo.

Outros hábitos de vida não saudáveis como o consumo de álcool, o tabagismo e a exposição aos raios solares UV também são importantes de se evitar para prevenir o envelhecimento precoce da pele.

Por fim, entendendo e respeitando que o envelhecimento é um processo natural dos seres humanos, o que a alimentação e o estilo de vida podem trazer é uma forma mais saudável e harmoniosa disso acontecer. Nossa pele, é como nossa casca, se ela está boa é um sinal de que, o que está dentro também está bem e essa é a verdadeira beleza, de dentro para fora.

Alessandra Benelli, 36 anos, colaboradora da Equipe Heté
Administradora, formada pelo Centro Metodista IPA, em Porto Alegre
Técnica em Nutrição e Dietética, formada pela Escola Técnica América, em Porto Alegre
Nutricionista, em formação pela Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo.

Tags: alimentação, saúde, vitaminas


27/08/2020

Batom ou Gloss?

Toda hora surge uma nova de cor de batom ou gloss e você fica morrendo de vontade de testar? Ou você é do tipo que encontra a cor que ama e vira assinatura, não quer mudar nunquinha?

Nos últimos 100 anos foram criadas incontáveis novas cores, texturas e acabamentos de maquiagem para os lábios. Mas mesmo antes de toda essa indústria se desenvolver, colorir os lábios foi prática comum em diversas culturas. Esse costume acompanhou a humanidade através dos anos e teve significados diferentes em cada contexto.

batom-ou-gloss

Maquiagem em geral, incluindo pintar os lábios, em muitas culturas não é uma atividade exclusiva do repertório feminino. Na antiguidade, os sumérios e a elite egípcia utilizavam maquiagem para se embelezar, independente de gênero.

No Egito, dizem que a Cleópatra pintava os lábios de vermelho utilizando uma mistura de flores, ocre vermelho (argila), escamas de peixe, formigas esmagadas e carmim em uma base de cera de abelha.

A cor vermelha é um recorrente símbolo de poder, mas também foi utilizada como forma de demonstrar rebelião e reivindicar por liberdade. As sufragistas no início do século XX marcaram a história marchando pelo direito de votar. O grupo à frente do comício em Nova York, em 1912, tinha os lábios pintados de vermelho. Dizem que a Elizabeth Arden distribuiu alguns batons para as feministas nesse evento! Anos depois, na década de 30, Arden foi uma das pioneiras a investir na variedade de cores de batons.

Falando em marcas que fizeram história, a Guerlain foi uma das primeiras a criar um batom com sucesso comercial. Antes disso as pessoas geralmente criavam suas próprias cores em casa. Era comum mulheres trocarem receitas e algumas eram publicadas em revistas para o público feminino.

A versão comercial do batom começou a ganhar espaço por volta de 1880, nessa época haviam poucas opções de cores e eles eram vendidos em tubos de papel ou pequenos frascos. Os tubos de metal surgiram no início do século XX, e o primeiro tubo giratório foi registrado em 1923, deixando o batom com a cara que conhecemos hoje.

E o gloss? Esse queridinho dos anos 90 – até quem não usava nada de make passava um gloss basiquinho – voltou com tudo nos últimos anos. Mas até ele não é uma criação tão recente! O primeiro lip gloss foi criado em 1928, por Max Factor, maquiador que trabalhava com atrizes de Hollywood e queria um produto que fizesse os lábios parecerem mais brilhantes nos filmes.

Equipe Heté

Tags: batom, gloss, história da maquiagem


1/07/2020

Como deixar seu skincare + eficiente

Você sabe como começar um skincare? Pela limpeza sempre. Para pele ficar pronta para receber qualquer ativo, é importante que ela esteja bem limpa. 

E aí, começo a colocar meus hidratantes? Ainda não! Uma ou duas vezes durante a semana é importante que você esfolie a pele antes de colocar qualquer produto. A esfoliação estimula a pele e ajuda a promover a renovação celular. Isso porque ela remove suas células mortas. 

como-deixar-seu-skincare+eficiente

Então imagine que limpando e esfoliando sua pele (sendo essa segunda parte, no máximo 2x por semana), você deixa sua cútis pura e aberta para absorver ativos que vão ajudar sua pele a se hidratar, se proteger, melhorar a elasticidade ou qualquer outro benefício que o produto que você usa promova. 

E saiba, esses dois passos são importantes em qualquer tipo de pele! Porque todos precisamos desobstruir os poros e eliminar as células mortas para melhor cuidar da nossa pele!

Algumas dicas úteis para escolher um esfoliante: existem dois grupos, químico e físico.

Os físicos utilizam o atrito de pequenas partículas para descamar as células mortas, elas podem ser feitas de materiais naturais – como semente de jojoba. Mas, infelizmente, ainda é bastante comum na indústria cosmética o uso de microplástico para criar esferas para esfoliantes. Isso gera um impacto muito negativo, pois elas acabam no meio ambiente após o uso do produto.

Já os esfoliantes químicos, como o próprio nome indica, realizam a remoção de células mortas “descolando” e desmanchando essas células através de processo químico. Os alfa-hidroxiácidos (também conhecidos como AHA) são ótimas opções porque promovem esfoliação gentil e alguns deles podem ser utilizados por pessoas com peles sensíveis.

Equipe Heté

Tags: skincare, limpeza, esfoliante, renovação celular


1/07/2020

Olá, bela adormecida!

Poucas coisas são tão boas como uma bela noite de sono. Poder deitar na cama e não ter que se revirar, levantar, tomar um leite quente e se esforçar para dormir seria ideal, e melhor ainda seria acordar sem um despertador alto pertinho do seu ouvido te lembrando que você não vai poder descansar mais. 

Mas essa infelizmente não é nossa realidade não é mesmo? Vamos dormir com nosso celularzinho na mão, ligamos a tv, ou até mesmo mantemos a luz do smartphone bem perto dos olhos enquanto damos a última olhada do dia nas redes sociais, e acordamos pensando nas mil tarefas que temos que exercer durante o dia. 

dicas-ritual-para-dormir-bem

É, dormir bem talvez nunca tenha sido tão desconsiderado, porém temos que virar essa chave. Dormir tem diversos benefícios que são bem importante para nossa saúde. Além de contribuir com a melhora do nosso metabolismo, nos ajuda a ter disposição e previne doenças crônicas. O endocrinologista do Hospital Sírio-Libanês, Renato Zilli, afirma que "Uma noite de sono mal dormida pode aumentar a necessidade do corpo por insulina em até 30% de um dia para o outro. É como ter comido um prato de macarrão, levando a ganho de peso em longo prazo. Pessoas que dormem menos de 7h às vezes não se sentem cansadas com a falta de sono. Contudo, elas já apresentam alterações associadas à baixa qualidade do sono"

Eai nos perguntamos, você tem dificuldade para dormir? Se sua resposta for sim, hoje a Heté vai te dar alguma dicas para você recuperar seu sono de beleza, e dar aquela revigorada na saúde e claro na pele ;)

- Se acalme: ao deitar, tente focar no seu corpo e na movimentação da sua respiração. Tente trazer o sono através da calmaria, e se conseguir coloque seu celular em um local longe onde você não alcance para resistir à tentação de mexer nele até dormir. 

- Evite bebidas com cafeína e carboidratos simples à noite, eles podem interferir no padrão do sono. Antes de dormir, prefira sempre lanches leves. 

- Procure deixar o quarto totalmente escuro e sem ruído. A falta da luz induz naturalmente ao sono. 

- Faça exercícios físicos regularmente, mas tente não fazê-los pelo menos 3h antes de dormir. 

- Tente dormir sempre no mesmo horário. Nosso corpo adora rotinas e seu cérebro vai começar a entender que horas ele pode começar a relaxar o suficiente para levar ao sono.

Equipe Heté

Tags: sono, beleza, skincare, café, escuro, celular

Pague com
  • PagHiper
Selos

Heté Comércio de Cosméticos e Produtos de Beleza Ltda - CNPJ: 32.020.063/0001-04 © Todos os direitos reservados. 2021

Dica em destaque
ver mais dicas