benefícios da atividade física para pele

Descubra os benefícios da atividade física para a pele

A prática regular e moderada de exercícios, aliada a uma alimentação balanceada, contribui, e muito, para nossa saúde como um todo. Mas sabia que mexer o corpo também influencia na pele? Os benefícios vão desde uma melhora no viço e na textura ao controle de doenças inflamatórias cutâneas. Para entender sobre os efeitos da atividade física na pele e também os cuidados na hora de praticar, conversamos com a dermatologista Kenselyn Oppermann. Confira!

De que forma a atividade física pode contribuir para a saúde da pele?

“Além de melhorar a circulação sanguínea, aumentando a oxigenação de todos os órgãos, inclusive da pele, favorece a distribuição de nutrientes e resulta em um maior combate aos radicais livres, o que confere um efeito antioxidante aos exercícios”, explica a médica. A prática ainda beneficia o processo de envelhecimento, com uma melhora visível da textura e da qualidade geral da pele. Além disso, quando nos exercitamos, há a liberação de endorfinas que causam prazer e relaxamento, influenciando na nossa autoestima.

Por que movimentar o corpo também favorece quadros de doenças de pele inflamatórias?

Segundo Kenselyn, quando praticamos atividade física, temos uma redução do cortisol, o hormônio do estresse, e a liberação de endorfinas responsáveis pela sensação de bem-estar. Essa melhora no estado de espírito e na autopercepção do paciente também ajuda no controle de doenças como a dermatite atópica, a psoríase, a acne, a rosácea, entre outras.

É correto afirmar que a atividade física excessiva ou extenuante pode vir a ter um impacto negativo na pele?

“Isso acontece com atletas de alta performance, que têm um gasto energético muito elevado e consomem mais tecido adiposo, o que pode dar um aspecto de maior flacidez no rosto”, fala ela. Mas importante ressaltar que isso pode vir a ocorrer somente nesses casos, com atletas profissionais, maratonistas e etc. Quem pratica atividades físicas moderadas não tende a sofrer uma perda de sustentação significativa em decorrência dos treinos. O mesmo vale para a duração do botox na face. “A prática esportiva intensa é apenas um dos fatores. Não necessariamente a toxina botulínica vai ser degradada mais rápido por conta dos exercícios”, salienta.

Quais cuidados ter com a pele na hora da prática?

Uma dica importantíssima é se atentar ao uso de protetor solar sempre, mas principalmente, se a atividade for realizada ao ar livre, como uma corrida na rua, por exemplo. “Também é legal utilizar roupas com FPS, chapéus e bonés e dar preferência para os horários de menor incidência de raios solares, como antes das 10h e após às 16h”, lembra a médica. Kenselyn ainda fala que não é necessário remover a maquiagem antes de treinar.

Luíza Mattia é jornalista, apaixonada por beleza e autora do @_tuapele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras
Abrir o chat
1
Compre pelo WhatsApp
Olá!
Como podemos ajudar?